Mostrando postagens com marcador resenha. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador resenha. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Rabiscos: Agonia e esquecimento

Uma semana se passo, eu continuava agoniada. Você não me procuro, nem mandou mensagem, não entendi o porque. Eu estava com saudade de você, de te abraçar, de passar aquelas longas tardes conversando de baixo da árvore da sua casa.
Eu ficava ali olhando para o celular toda hora, a espera de um simples "Oi", e foi quando eu perdi as esperanças e te deixei de lado por um tempo, comecei a pensar mais em mim, me diverti com meus amigos, normal. Já não passava mais o tempo todo pensando em você, e de de repente meu celular apita, mensagem sua, dizendo que tava com saudade e queria me ver, e com isso todas aquelas lembranças voltaram, não resisti em te responder, e ficamos ali conversando.
No outro dia passei em frente ao campo onde jogava bola, você me olhou firme, eu olhei, e passei, minha vontade era de sair e te abraçar
A semana se passou toda, e eu voltei a minha rotina, como se você não tivesse nela.

quinta-feira, 31 de julho de 2014

Top 5: Filmes que mais me marcaram

Hey amores! Então no post de hoje como viram ai em cima, vou falar de filmes. Eu não sou chorona, assim então só chorei em um filme dessa lista. kkkk. Mas vamos aos filmes!

#Um amor pra recordar. Sim gente, esse filme é um dos meus preferidos. Eu amo ele, eu chorei com ele, ele foi o único. Eu era novinha de mais quando conheci ele, mas ele mesmo assim até hoje, é um dos meus filmes favoritos e que mais me emocionaram.
Pra quem não sabe (coisa quase impossível), ele conta a historia de amor, de dos adolescentes, lá no auge do ensino médio, ela mais quitenha e tapada, e ele o garoto mais popular do colégio, ai acontece uma coisa lá (eu não darei spoiler rsrs) e eles se apaixonam, e muita coisa acontece,e só você lendo e vendo o filme vai descobrir.


#O impossível. Outro filme que me emocionou muito, pela historia. Filme conta como uma família conseguiu sobreviver sobre um desastre nas suas ferias, e eles acabam, se reencontrando, e o final dele e lindo. Podem ver que vocês vão gostar


#Homem Aranha (o novo). Gente ele não me emocionou tanto assim, mais eu amei esse filme. Vou confessar que eu quase chorei na parte final, gente serio eu adorei os atores, a produção e sim ele ta nessa lista.


#High School Musical (Ps: todos) . Gente esse filme quando eu vejo ele hoje, eu ainda sim sinto aquela vontade cantar, dançar, viver um amor tão doido, e cheio de separações e tal, afinal essa "trilogia" marcou muinha infância intensamente, e não tem como não amar, e deixar de gostas de HSM.


#Acede. E por ultimo mas não menos importante, o meu queridinho, meu AMOR, A culpa é das estrelas, um dos filmes mais emocionantes ever! Impossível, você não saber quem é Hazel e Gus, então ele foi perfeito, eu sou super fã do livro e do filme, e mesmo eu não chorando e ter saído de lá rindo, não diz  nada, ele tinha que esta nessa lista










sábado, 7 de junho de 2014

Critica: A culpa é das estrelas- O filme


Hello! Bem gente ontem eu fui no cinema ver o tão esperado filme desse ano, para todos os amantes da leitura (Incluindo EU).Quando eu soube que teria o filme eu pirei, cara e foram messes de espera inacabáveis, e na semana do lançamento,mais angustia, enfim eu queria ir na estreia mas não deu, fui no dia seguinte com minhas amigas e nossa eu ouvia mas lagrimas do que tudo em todo cinema. Parabéns John Green você foi o cara que mais partiu corações e que mais fez pessoas chorar em todo mundo, outro parabéns por você ter tentado tirar a sua culpa e coloca nas estrelas, simplesmente parabéns por te escrito o meu livro que eu já. Mas estamos aqui para falar do filme então, o filme já quebro o record na pré-venda nos EUA  e aqui, e esta próxima de bater o recorde de bilheteria, olha que divo
E para começar eu vou dizer: Ele foi perfeito. Mesmo ele sendo um livro clichê (Por ser previsível ta, não pelo câncer), mesmo o John Green ser um escritor que mata um personagem e bota a culpa nas queridas estrelinhas, ele foi um dos filmes que mais estiveram perto do livro, parecia que eu estava vendo o que eu estava lendo, mas como nada é perfeito, tiveram alguns pontos que não foram citados, outros que vieram com erros mas pode ter certeza que é 90% do livro puro no filme , posso dizer que no cinema que eu fui não era lá essas coisas, a imagem não estava tão boa assim e o áudio também. 


1)A ex do Gus. No livro fala explicitamente que o Gus teve uma namorada que também morreu de câncer, já no filme não se fala nada sobre ela. Nada mesmo, ainda não sei o porque disso.

2) No livro fala que o Gus era alto, moreno e de olhos azuis. Mais como se percebe o Ansel não é nada disso. Outra troca de personagens também foi a do Peter Van Hauten, ele é descrito como um cara gordo careca, ja no filme ele é magro com cabelo, a unica coisa que deixaram certa nele foi a sua ignorância.

Mas mesmo com isso tudo eu ame, me apaixonei, e senti raiva novamente, não digo que chorei, pois não chorei.
E para você que ainda não assistiu o filme, eu te indico assisti-lo legendado, pois eu odiei a dublagem, e outra no dublado eles falam Okay sim, do jeito que é em inglês.
Bom pessoas  eu amei, vocês vão amar,e se você for uma daquelas pessoinhas que chora atoa melhor levar um lencinho


Se você não leu a resenha do livro Resenha: Acede






sábado, 8 de março de 2014

Resenha: A marca de uma lagrima

Oi pessoas, bem não sei se vocês perceberam mais toda vez que eu volto com uma postagem depois de um certo periudo, eu sempre volto com uma resenha de livro! kkkkkk
A resenha da vez é de um livro muito bom de Pedro Bandeira, ele é um livro que te dá uma lição sobre amor .
O livro fala sobre Isabel uma menina de 14 que se diz apaixonada por Cristiano seu primo de 16, que se apaixona por Rosana melhor amiga de Isabel. Com tudo isso Isabel acaba sendo o "cupido" do casalzinho escrevendo poemas e caratas para que ambos entregue um para o outro, sem saber que é ela que escreve todas as cartas. E meio a isso tudo ela conhece Fernando que acaba se tornando amigo e companheiro de testemunho da morte de diretora do colégio. Em uma noite Isabel toma alguns remédios e acaba indo parar no hospital, lá ela é quase morre pela assasina de dona Albertina, mas seu grande amor a salva, depois disso tudo ela reencontra Cristiano que se diz apaixonado por ela, mais ela acaba descobrindo que quem a salvo não foi Cristiano e sim Fernando, depois de cair tonta nos braços dele o livro acaba.
Bem eu acho que nessa resenha eu vou ser um pouco critica, então vamos lá.
O começo do livro é bobo, sinceramente é um começo idiota. Porque como pode uma menina de 14 anos se apaixonar assim so de ver o garoto, e não conhecer o seu eu , como pode? Talvez Pedro Bandeira esteja querendo fazer um jogo com a mente dos seus leitores . Mais enfim eu só achei que o livro foi ficando interessante de se ler depois da morte , porque o começo Isabel é uma menina idiota que aceita tudo e fica brigando com seu espelho, mas a culpa não é de Cristiano e sim da própria Isabel que fico fantasiando em sua cabeça uma coisa que nem mesmo existiu.
Achei interessante a forma que Pedro enfatizou o amor de Isabel como uma coisa fogoso, os seus poemas sendo ardentes e sensuais. Se isso acontecesse nos dias de hoje dirinham que ela é uma piranha simplesmente isso, mas ela sofria sozinha e não deixava que ninguém a não ser seu inimigo entrasse naquele seu mundo.
Bem gente apesar do começo ser um pouco bobo o livro é muito bom, Pedro Bandeira escreve romances lindos, e eu indico esses livros a vocês. Espero que tenham gostado e que gostem dele




sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Resenha: A culpa é das estrelas *-* (perfeito)

Bem gente, estou tentando reorganizar minha vida, tanto na escola, tanto aqui no blog, mais ta difícil, pois é meu ultimo ano la e tal e os trabalhos e deveres ja estão aparecendo e ta tudo muito corrido, mais prometo fazer pelo menos um post por semana.
Eu acabei de ler o livro, e simplesmente, amei, chore, rir, me emocionei. Porque esse livro e muito lindo, mais pra você que não sabe sobre o que ele fala vou falar um pouquinho sobre ele.
O livro trata de uma historia de uma menina de 16 anos chamada Hazel, ela sofre de câncer no pulmão e tal, e nisso ela acaba conhecendo Augustus (Gus), nisso eles vão vivendo um romance, sendo que Gus já teve câncer na perna e teve que amputa-la, e nisso depois de uma viagem o câncer de Gus volta novamente e ele passa por todo processo de novo e por meio período ela tem uma regressão, e o final eu não vou contar para não estragar.
Bem ele te faz pensar muito sobre sua vida, sobre coisas que você vive (como todo bom livro de Jonh Green), então sempre que poderem parar um pouquinho e refletir sobre ele é bom. Ele é um livro emocionante de mais e tem data prevista de lançamento do filme nos EUA no dia 6 de julho, se você quiser ver o trailer aqui em baixo oh.
http://www.youtube.com/watch?v=lFOOZJ1UChg
So posso dizer que foi um dos melhores livros que já, li e que vocês não vão se arrepender de ler e comprar ele.



bem espero que tenham gostado!
segue o blog no face : Blog Fala Pekena
e no istagram: @bgfalapequena



sábado, 18 de janeiro de 2014

Resenha: Cidades de papel

Bem gente acabei de ler meu primeiro livro do ano em 1 semana e meia, Cidades de papel de John Green (autor de A culpa é das estrelas)
 O livro conta a historia onde Q. quer encontrar Margo, depois dela desaparecer na noite onde eles passaram juntos se vingando de certas pessoas. Para isso ele conta com a ajuda de Radar e Ben, para procurar pistas  e descobrir onde ela estar.
O livro é muito bem e bem impactante, adorei ler ele, gostei muito de como John escreve, sem medo de censurar. muitas coisa, e é claro com um bom humor. Mesmo sabendo que Margo poderia estar morta Q. nunca desiste de sua procura. Assim como outros livros de Green. o romance sempre estar em questão


Bem amores foi isso bjs